novembro 24, 2017

Arguidos em listas de honra

Não deve ser permitindo que umas eleições autárquicas sejam tónico para uma acção anormalmente persecutória dos OPC’s/ Procuradores do Ministério Público, assim como não deve ser sinónimo de um espaço de inimputabilidade temporária. A lei deve mover-se por bases próprias e, independentes. Só assim se garante o respeito pela separação de poderes, onde não se assente a politização da justiça, nem a judicialização da justiça.