29/03/2016

Recordar o 1.º ano de Direito

A necessidade jurídica da criação do termo “Bom pai de família”, que nos acompanha até 2016, é tão romântico que hoje, cai no trôpego.
Não era suficiente aclamar o dever de zelo, o cuidado, a responsabilidade. «Bom pai de família» é uma preciosidade, só que entretanto o homem já foi à lua.