07/01/2016

Marcelo, ele é tudo e, o seu contrário

Se é óbvio que Marcelo Rebelo de Sousa vencerá estas presidenciais de cadeira, não é menos evidente que tem a avidez necessária para ser indistintamente tudo e, meticulosamente o seu contrário.
A supremacia que Marcelo conserva neste momento, coloca-o no trono da apatia onde tem medo de saber algo, não opina sobre nada e, não sente coisa alguma.
Este “Cavaco Silva a cores” recorda-me aquele petiz que na escola olha para a tampa da caneta ou finca a unha na borracha verde, porque sente que assim dissimulado, a professora jamais o chamará para ir ao quadro.