julho 04, 2015

Lisboa South Bay

Precisamos urgentemente de Portugueses.

Dizimam o país, extinguindo o passado conquistado. Bem ou mal, mas revelador de quem somos, como somos, de onde viemos.
A história de um país é o seu legado de maior peso, e hoje, ao peso do metal nas carteiras dos políticos, oferecem ao nosso futuro, um crescimento sem história nem consciência. Impugnam, danificam, delimitam a vida dos nossos.


Um país é muito mais que as suas fronteiras. Um país é uma bandeira e uma língua. Portugal tem uma alma.

Precisamos urgentemente de Portugueses.