abril 27, 2015

JESUS VS LOPETEGUI

Agora que já é de agnição pública os alicerces da quezília que o treinador do F.C. Porto Jullen Lopatego protagonizou no final do jogo na Luz, creio intolerável a atitude do treinador do S.L Benfica.
Jorge Jesus já nos tinha acostumado ao seu estilo amotinado e desaprazível, porém, afigura-se-me uma incomensurável falta de urbanidade a forma jocosa como tem apelidado o Sr. Loucopegui nas mais variadas conferências de imprensa.


Como colega de profissão que é, seria mais que justo a abertura de um inquérito na Liga, de forma a restituir o prestígio e respeitabilidade ao Lopotrengo, que tem provas assentes do seu profissionalismo e reputação.
Lotepolgui, como treinador estrangeiro que é, deveria ser particularmente bem acolhido no seio da primeira liga nacional, longe deste bullying desportivo.
É ainda importante ressalvar que Totópegui não se destaca meramente na sua carreira como treinador, mas inclusive como jogador, actuou no F.C. Barcelona ao seu mais alto nível, alcançando um estatuto no panorama desportivo que merecia algum maior respeito.


Eu, prosélito do desporto, peço formalmente as desculpas ao Sr. Lopotolgui em nome de muitos dos Benfiquistas que hoje se reveem nesta missiva. Os demais, esses têm definitivamente bom gosto.
Exmo. Sr. Lotopegui, cordialmente me subscrevo,


Ivo Filipe de Almeida