maio 10, 2012

A verdadeira limitação

Quando me ocorre a palavra 'Limitação', não sou humanamente capaz de a desassociar que a maior limitação que pode existir, não acenta na limitação imposta pela religião, ou até a orientação sexual, e nem mesmo pela limitação intelectual ou académica. A tudo isto, a vida oferece-nos a «Equação pessoal», mas não a limitação que vos tento  apresentar.
Já cantam que os homens são feios, brutos, e têm tantos mais defeitos, mas a verdadeira limitação, chama-se «formação interior». 
É essa que permite que nos apresentemos, que nos gostem ou nos amem por tudo que somos, e é essa mesma limitação que faz também com que nos odeiem, evitem, e mesmo que nos estranhem. 
Tornam-se estes, conceitos assertivos pela beleza da impossibilidade de traição; porque esta limitação, é produto que não tem genérico, que não se vende nem compra abaixo do valor. 
Podemos representar uma cultura, uma intelectualidade superior, uma mania requintada, e até um talento que só existe atrás de um monitor, mas torna-se impossível representar esta «Formação interior».
Esta (praticamente) imutável «Formação interior», é uma base que tem prazos e formas de ser preenchido, não permitindo grande mobilidade de aditamento após a dita prescrição.
É esta, a formação que recebemos de país, avós, e afins próximos, que sem muito falarem, servem de figura exemplo e nos moldam os valores, os princípios, a dignidade, e o respeito.
Não mais é possível sorver tais características, por qualquer academia prestigiada, ou mesmo por alguém que tente; porque a realidade é que após prescrito o prazo de formatação, nós bloqueamos ao que retemos, e o que retemos forma a maior limitação do ser humano.
Da mesma forma que hoje as minhas atitudes e reacções são espectavéis de acordo com os meus princípios e valores, existe sempre alguém que mesmo que lhe tente apresentar esses valores, já não os vai entender. Prescreveu esse prazo.
A empatia entre pessoas não se delimita ao nível da cultura, ou da equação pessoal¹ de cada uma, mas indubitavelmente aos seus valores, ao seus princípios (Formação interior), que em nada se têm vindo a relacionar com a vasta formação académica, ou uma enorme formação cultural.




¹ Entende-se por equação pessoal, todas as experiências acumuladas por um indivíduo ao longo da vida, que por uma lógica cronológica, se  compreende que formam uma boa parte do perfil do mesmo. Doutrina do Prof. Doutor Arlindo Alegre Donário, em economia política.