15/02/2011

Ronaldo «O Fenómeno»


Aos 34 anos de idade, Ronaldo Luís Nazário de Lima, retira-se do futebol profissional. Ronaldo, «o fenómeno», teve ontem a sua primeira 'morte'. Este astro, anunciou o fim da carreira, derrotado pela doença, hipotiroidismo, um distúrbio que o impede de controlar o peso.
Foi, este Ronaldo, um homem dos maiores dentro de campo, - e incentivo a todos aqueles que não sabem, que procurem por uma biografia do próprio. - Uma vida de atleta que ficará para sempre marcada pelo sacrifício, pelo maior amor ao futebol que se pode calcular.
Em minha opinião, e apenas vale por isso mesmo, Ronaldo, seria porventura, uma estrela sem precedentes, um marco, provavelmente intitulado como 'o melhor dos melhores', mas a vida foi traiçoeira, e em 1999, depressa tratou de lhe ir mostrando isso.
Que nem enamorado do futebol, lutou como não vi alguém lutar por um sonho, e se existiram jogadores que mereciam, Ronaldo será sempre uma forte história de injustiça no futebol, mais que isso, será uma foste história de injustiça no amor.
O melhor marcador das copas do mundo, campeão do mundo quatro vezes com a camisa da selecção do seu país, três vezes eleito o melhor jogador do mundo, e este sai de cena como um derrotado, e humildemente pede desculpas por ter fracassado no projecto a que se propôs. Um exemplo.

'Ás vezes temos de admitir algumas derrotas, e eu, perdi para o meu corpo'...'Foi difícil demais, mas foi também tudo lindo demais, e faria tudo novamente' ...
Só quem ama desta forma, tem vontade de responder, relativamente ao expoente máximo da sua carreira que; «Foi ter visto esse bando de loucos, apaixonados, ter convivido com eles, tornar-me um deles...», é verdade, tornaste-te um dos inesquecíveis, e contigo partilhei gargalhadas, e sonhos. Pessoalmente, é destroçado que vejo o abandono de um jogador quem e ensinou a amar um pouco mais o futebol.
Obrigado!

*And for now, check this out*