22/01/2010

Igoísta

E quando eu estiver triste, simplesmente abraça-me.
Quando eu estiver louco, subitamente afasta-te.
Quando estiver fogo, suavemente encaixa-te...

E quando eu estiver triste, simplesmente abraça-me.
Quando eu estiver louco, subitamente afasta-te.
E quando eu estiver tolo, subtilmente disfarça, sim, mas quando eu estiver morto, suplico que não me mates não, dentro de ti...

Mesmo que o mundo acabe enfim, dentro de tudo o que cabe em ti...