setembro 27, 2009

PS!

O Partido Socialista, teve uma muito significativa vitória eleitoral. Não renovou a já esquecida maioria absoluta, e afirmou-se numa expressiva maioria relativa. É incrível a quantidade de pessoas que querem desvalorizar o Partido que os Portugueses, quiseram dar a vitória, que os Portugueses, deram mais votos. Perante estes factos, questiono-me seriamente sobre a finalidade das eleições, tal é a desvalorização que empregam na vitória do Partido Socialista. Exaustos de tamanha frustração, encaram como primal, não a vitória de cada partido, mas sim a maioria absoluta perdida. Há definitivamente pessoas que, exauridas pelos festejos da maioria absoluta perdida, se esquecem completamente de quem ganhou a eleições, o PS. O argumento de que se sentem felizes pelos resultados, á luz do PS ter perdido a maioria absoluta, encaixa em todos os partidos menos no PSD. (Foi precisamente vinda da JSD/PSD que ouvi tal falta de senso). É bom que se saiba perder, e nesta medida, é fulcral que todos os simpatizantes/militantes/deputados do PSD, tenham a dignidade de identificar as batalhas em que se colocam. Não se coloquem ainda mais frágeis. A verdadeira batalha do PSD, sempre passou pelo objectivo da vitória, e nunca a apenas, e só, glorificação da perca da maioria absoluta do PS.
Ser vencedor já não chega, e só sabemos morder os calcanhares ao vencedor, reduzindo-nos á insignificância que temos.
O povo falou bem claro, e o PS foi o partido escolhido para governar Portugal. Foi nada mais que a mostra de uma confiança renovada, em circunstâncias deveras complicadas.